Sistemas de LED e neon são funcionais e ‘queridinhos’ na decoração Leave a comment

Acessórios de LED e Neon na decoração podem causar efeitos surpreendentes em ambientes e ajudam a iluminar

Sabe aquele cantinho da casa despretensioso, sem muito destaque? Sabia que você poderia dar mais brilho a ele? Isso mesmo: novamente a iluminação surge com diferenciais e inova nos projetos de decoração. A aposta da vez são os sistemas de LED e neon. Eles podem ser encontrados em fita e mangueiras. Ambos criam efeitos surpreendentes em qualquer espaço. A versatilidade é indicada para residência, comércio ou escritório.

A diferença básica entre o neon e a fita de LED é o resultado visual. Além disso, o sistema com neon tem um preço um pouco mais elevado pois é utilizado mais material em sua elaboração. O efeito dos dois, entretanto, é similar.

A arquiteta e designer de interiores Mariana Gomes explica que a versatilidade deste sistema de iluminação é um dos atrativos. O sistema pode ser usado em cozinhas, salas, quartos, escritórios, banheiros e até mesmo áreas externas. “As situações mais comuns para a aplicação de sistemas neon ou LED, seja na forma de mangueira ou fita, são aquelas em que o efeito desejado é uma iluminação indireta, suave e que garanta ao ambiente aconchego e conforto visual”, indica. Se a intenção é apenas mudar algum detalhe na decoração ou até mesmo criar um clima diferente no ambiente, esta é a pedida certa.

Onde usar

Fita ou mangueira de LED e neon pode dar destaque para a cabeceira da cama

Flexível, este tipo de iluminação pode ser aplicado tanto de forma decorativa quanto para dar mais funcionalidade a um espaço. “A primeira é quando desejamos um efeito decorativo. Sendo assim, ela poderá ser embutida em painéis de TV, cabeceiras, prateleiras, forro com sanca de gesso ou cortineiro”, conta. “A segunda são aquelas situações que podem auxiliar nas atividades do dia a dia, de uma forma um pouco mais direta e sem perder o conforto visual.” Neste caso, a fita de LED ou neon pode ser instalada em volta de espelhos de banheiros e penteadeiras, para auxiliar na maquiagem, por exemplo. Também pode ser usada em armários instalados em cima de bancadas de trabalho de uma cozinha.

 

Uma outra finalidade da iluminação indireta com o sistema neon ou LED é sinalizar ou dar destaque em alguns pontos. “Em ambientes comerciais, usamos este artifício em corrimões, piso, vitrines. E em lojas para diferenciar e destacar os produtos”, revela a arquiteta.

Fita neon usada em painel do showroom da LigBem confere ar de modernidade

O sistema também é indicado para áreas externas, principalmente como sinalização. “Além de sinalizar os degraus, auxiliam no destaque para o paisagismo”, ensina.

Para Mariana Gomes, independente se a decoração é clássica ou mais moderna, o sistema de neon ou LED pode ser aplicado. “Não acredito em regras. Hoje podemos utilizar estes sistemas de iluminação para qualquer tipo de ambiente. Para um projeto clássico, utilizamos de forma mais suave e discreta, como em cortineiros, atrás de cabeceiras ou painéis. Para ambientes modernos ou até mesmo retrô, podemos ousar um pouco mais e utilizar cores diferentes que combinem com a decoração”, diz.

 

 

 

Temperatura da luz

Definido o ambiente a ser trabalhado com o sistema de LED ou neon, é preciso estar atento à temperatura da luz. “Quando pensamos em uma residência, o uso pode ser em todos os ambientes, nos preocupando apenas com o efeito que desejamos. Ou seja, se o desejo é ter um ambiente aconchegante e confortável deve-se optar pela luz com temperatura mais quente (tonalidade amarela). Este é o caso de dormitórios e salas. Para ambientes que precisam ser estimulantes, como escritórios, cozinhas e banheiros, optamos pela luz com temperatura fria (tonalidade branca)”, esclarece.

 

Alguns cuidados

As vantagens do uso do sistema em LED ou neon são variadas. Mas quem opta por este tipo de iluminação precisa adotar alguns cuidados. Escolhidos a cor e a potência adequados para o uso, é preciso se atentar se o sistema escolhido necessita de uma fonte de alimentação. Esta pode variar de acordo com o produto. “A fonte precisa de um local para ser guardada. Portanto, se o projeto contempla o uso atrás de um painel para TV, é preciso prever como armazená-la. De modo que seja de fácil acesso para uma possível manutenção. Ao mesmo tempo, deve ficar escondida”, aponta Mariana Gomes.

Caso a opção seja pelo uso da fita de LED, é importante se atentar à qualidade do chip. “Este é um item importantíssimo na qualidade e durabilidade do produto. Um bom chip garante até 100 mil horas (10 anos). O chip de baixa qualidade de 20 a 30 mil horas”, revela.

É importante lembrar ainda que, se o ambiente em que a fita será instalada ficar exposto à umidade ou água, também é preciso optar por fitas do tipo IP67. Este tipo de dispositivo possui capa de silicone depositada sobre o material como forma de proteção.

Em ambientes pequenos, de fácil acesso e com ponto de energia já existente, a instalação é simples. “Mas para pontos maiores, como em forros ou grandes painéis, sugiro o acompanhamento de um profissional de elétrica experiente para evitar futuros problemas, seja o sistema LED ou neon”, diz.

 

Baixo custo

Os sistemas LED e neon também têm baixo custo e são encontrados na LigBem Materiais Elétricos e Iluminação. “São excelentes opções para quem quer decorar alguns ambientes, mas não querem gastar muito”, ressalta a gerente de Planejamento da loja, Melissa Têmpesta. “Temos o produto com diversas opções de cores e com garantia de qualidade, ponto fundamental para quem busca segurança e durabilidade.”
Práticos e econômicos, os sistemas de neon custam a partir de R$ 180 (cabo de alimentação e um metro de neon) e LED a partir de R$ 57 (fonte 12V e um metro de fita).

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *